Você Sabe o que é Itbodedut?


Dentre as dezenas de chassiduts a de Breslev é uma das que tem alcançando bom apreço pelo público judeu por sua forma alegre de viver a Torá, sua sensível percepção da alma e do potencial que ela tem para evoluir. Ao saírem da Ucrânia os chassídicos de Breslev levaram consigo um costume que tem se difundido em Israel e nos maiores centros judaicos no mundo nos dias de hoje, falo da itbodedut.

Trata-se do isolamento para meditar e rezar. Um momento íntimo entre o indivíduo consigo mesmo e com D’us. O costume corriqueiro nos bosques de Uman assume hoje uma forma adaptada à vida agitada de nossa geração e passa a ser praticado em qualquer lugar, bastando se desconectar do mundo em sua volta e se conectar com com o Divino.

534789_209664625845365_643781904_nPodemos pensar que a reza na sinagoga ou mesmo em casa seja o momento de itbodedut ideal. Sim, assim deveria ser; e se fosse, seria perfeito! Mas a realidade nos mostra que com muita dificuldade conseguimos a concentração necessária para que nos desconectemos desse mundo e nos conectemos com nosso Criador. Por isso sim é aconselhável que tomemos um tempo a sós com D’us.

Este momento não é apenas para rezar, mas também é um momento de auto análise e de reflexão. Assim como no estudo da Torá deve-se voltar e repassar o que estudou para assim assimilar seu conteúdo, devemos voltar para nós mesmos e nos auto analisar. A Auto Análise não deve ser limitada a avalição dos maus atos a fim de expiá-los. Isto é muito bom, mas não é tudo. Da mesma forma que se necessita conhecer o terreno antes de construir nele, nós necessitamos nos conhecer antes de determinar nossos limites e nossas metas. Por falta desse preparo muita gente se frustra em seus planos e sofrem uma queda muito brusca ao falharem em algum projeto.

Ajude o Café Rambam a seguir publicando, adquira nossos produtos

Ajude o Café Rambam a seguir publicando, adquira nossos produtos

3 Tzitziot por 170!!!

OFERTA! 4 Tzitziot todos os tamanhos S, M, L, XL e XXL

170,00 ₪

Assim como explica Harav Rabi Naftali Zvi Yehuda Berlin ztz”l: “D’us não exige de Israel, mas de cada um segundo o seu valor”[1], assim devemos nós exigir de nós mesmos segundo nossas possibilidades e se queremos alcançar algo além delas devemos então preparar a plataforma que nos elevará ao nível mínimo necessário para que possamos desde aí começar a busca do que queremos. Tudo isso podemos fazer quando nos desconectamos da internet, dos celulares, das notícias, das pessoas e de tudo para nos conectar conosco mesmos.

kipapapap_bO isolamento para a meditação não é um costume unicamente dos chassídicos de Breslev. Muitos rabinos tinham como comum a prática da itbodedut. Além do Rav Nachman de Breslev podemos citar Marraral de Praga, Rabi Moshe Cordovero, Rabi Itzhak Lúria e outros. Mas o que me chamou a atenção foi o fato de Rabi Abraham Hanaguid, filho de Rambam e rabino principal do Egito, dedicar um capítulo inteiro sobre este costume em seu livro “O suficiente para os servos de D’us”. Nele Rabi Abraham Hanaguid diz: “este sempre foi o costume dos grandes justos das gerações, Abraham, Itzhak, Yaakov, Moshe e David e todos os profetas e alunos dos justos que mantiveram um isolamento externo o qual traz um isolamento interno”[2].

Encontramos em Rambam a orientação haláchica do isolamento para que o homem possa alcançar o amor a D’us para servi-lo por este amor e não por temor, apenas. Segundo Rambam o mais alto nível de serviço é o prestado com amor, ou seja, sem qualquer interesse em recompensas ou por medo de castigos, mas o que se presta por saber que esta é a coisa certa a ser feita. Este amor deve ser de tal forma que a alma esteja conectada com D’us e em todos os momentos se esteja pensando nEle e buscando fazer por ele como um jovem apaixonado que passa todo o tempo pensando em sua amada. Mas para alcançar esse nível, explica Rabenu, “o homem deve se isolar para entender e refletir sobre as sabedorias e entendimentos que o informa sobre seu Senhor, segundo a possibilidade que tenha para entender e alcançar”[3].

O isolamento nos leva à reflexão e ao entendimento de D’us e este ao seu amor.

[1] Emek Davar, Devarim 10:12

[2] O suficiente para os servos de D’us, Capítulo: Isolamento

[3] Mishne Torá, Leis do Arrependimento 10:6



Categorias:Curiosidades, emuná, Leis de Teshuvá, Mishne Torá, Uncategorized

Etiquetas:, , , ,

2 replies

  1. Como quero extrair tudo de bom que tenho acompanhado aqui com vocês

    Gostar

Deixe uma Resposta para Juvêncio Cardoso Netto Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: